Os Novos 52 no Brasil pela Panini Comics

O título é bem auto-explicativo, certo? Hum… tá, eu sei que não é, então vou tentar resumir. A DC Comics é tipo, a melhor editora de quadrinhos do mundo. Foi de lá que surgiram heróis como o Batman, Superman, Lanterna Verde, Mulher Maravilha… todos os Superamigos! Só que, infelizmente, suas vendas estão sempre mais baixas do que as vendas da sua arqui-inimiga Marvel Comics (editora do Homem Aranha, X-Men, Vingadores… esses toscos todos) e para reverter esse quadro, ela decidiu cancelar todas as revistas que publicava e começar tudo do zero, com 52 novos títulos que contariam a história do seu Universo desde o começo novamente, com o surgimento do primeiro meta-humano, o Superman.  A estratégia deu certo e agora a DC está com sete entre as dez revistas mais vendidas nos Estados Unidos. Agora, esse reboot da linha DC, que aconteceu em setembro lá fora, vai finalmente ser publicado no Brasil pela Panini Comics a partir de junho.

Como eu sou uma pessoa pobre (Panini patrocina eu!!!) e ansiosa, estou acompanhando a publicação americana. Li as primeiras edições de quase todos os 52 títulos e agora, quase oito meses após seu lançamento, só continuo lendo meia dúzia. Acho que nem isso. Muitas coisas não me agradaram, outras tantas  são boas só que meu tempo é escasso, mas a verdade é que tem muito lixo nessa nova fase da DC. Não que antes não tivesse muito lixo, é que agora, com essa obrigatoriedade de manter 52 títulos mensais nas bancas, sobra quantidade e não qualidade.

Continuar lendo